Buscar
  • H&M Odontologia

CHUPETA VS DENTES.


Muitos podem achar um hábito inofensivo e fofo, mas chupar dedo e chupeta após os 3 anos de idade reflete em problemas bucais futuros para a criança.


Se esse hábito se mantém até a época da troca dos dentes de leite pelos permanentes, as más oclusões podem necessitar de um aparelho ortodôntico para sua correção. Se interromper a prática o quanto antes, as alterações dentárias leves são corrigidas logo após a sua eliminação.


O ato de chupar a chupeta ou o dedo não é algo incomum, afinal de acordo com a dentista, de 60% a 70% dos bebês necessitam dessa sucção não nutritiva e abandonam espontaneamente esses hábitos até os 4 anos de idade. O perigo começa quando esse costume permanece por muito tempo.


O uso incorreto da chupeta, associado ao padrão genético da criança, poderá produzir problemas bucais e de oclusão (mordida), que podem ser: mordida aberta anterior (dentes de cima não encostam nos de baixo); mordida cruzada posterior (a parte de cima fica "apertada", mal desenvolvida, e não encaixa com a de baixo), dentes de cima projetados para frente (e os de baixo para trás), alteração na fala e alteração dos padrões respiratórios.


A chupeta deverá então ser usada com estes cuidados, para que não vire um hábito, nem tenha seu uso desnecessário. Mas devemos nos lembrar que o hábito de sucção, quando instalado, poderá estar relacionado a fatores emocionais, sendo sua remoção delicada, relacionada ao desenvolvimento da criança e seu ambiente psicoafetivo.

5 visualizações0 comentário

Volte a Home

H&M Odontologia | Todos os direitos reservados.

Site  criado orgulhosamente por Satore Marketing 360º